Assine nossa newsletter e receba todas as novidades em primeira mão!

MANAUS/AM: Passeio de barco pelo Rio Amazonas! Emocionante!

Hoje quero contar pra vocês a minha experiência pelas águas do Rio Amazonas. Um pedacinho do Brasil, na nossa linda região norte, que deve (com certeza) entrar na sua programação a qualquer hora dessas! 
Rio Amazonas

Presenciar o encontro das águas dos Rios Negro e Solimões, interagir com os botos, almoçar num restaurante flutuante e visitar uma aldeia indígena foi muito especial e divertido! Agora vamos te contar tudinho! 

SAINDO DO PORTO DE MANAUS

Como contratamos o passeio com antecedência, a empresa fez o nosso transfer do hotel até o Porto de Manaus, onde tomamos o barco.

Após as instruções de segurança começamos a navegar e, em poucos minutos, já nos demos conta de quão peculiar era a paisagem. 
porto-de-manaus-4

Posto de gasolina flutuante

Comércio e serviços funcionando em plataformas flutuantes ao longo do rio Amazonas. Muito legal!

ENCONTRO DAS ÁGUAS

Nossa primeira parada foi no Encontro das Águas dos Rio Negro e Rio Solimões. É um fenômeno impressionante que ocorre por mais de 6km! A diferença de temperatura e densidade é uma das causas desse show da natureza! Olha que lindo!

De junho a novembro, segundo o guia local, ocorre o período da seca. Fomos no mês de outubro e conseguimos ver perfeitamente, contudo, não tivemos acesso aos igarapés, pois já estava, realmente, muito seco. 

ARTESANATO FLUTUANTE

Depois do Encontro das Águas atracamos em um ponto de apoio. Uma parada bem simpática e toda azul. Uma espécie de mercado de artesanato flutuante

Rio Amazonasrio-amazonas-4

O objetivo aqui era nos apresentar ao artesanato local, que por sinal é muito rico e bonito (embora tenha o preço salgado) e participar de uma brincadeira de simulação de pesca. Olha quanta coisa linda no artesanato manauara!

 

NADANDO COM OS BOTOS

Seguindo viagem, partimos para a interação com os botos. Um dos momentos mais esperados do dia. Contudo, não estávamos com muita expectativa pois fomos avisados que na época da seca eles migram para outra área onde podem encontrar alimento com mais facilidade.
Botos Rio Amazonas
Massss… demos a sorte e um boto apareceu todo brincalhão! 
Botos Rio Amazonas

Era tanta gente contente que até esqueçaram o quanto gelada estavam as águas do Rio Negro!

Continuamos nosso passeio, passando agora pela famosa Ponte Estaiada Rio Negro, que liga a cidade de Manaus ao município de Iranduba.

ponte-estaiada-rio-negro

Ponte estaiada

RESTAURANTE FLUTUANTE

Hora do almoço. Paradinha para o rango no melhor estilo manauara de ser, ou seja, num restaurante flutuante!

restaurante-flutuante

O almoço foi muítissimo bem servido e saboroso. Frutas, saladas e vários tipos de peixes! Uma delícia!

Nesse flutuante também havia um mercado de artesanato, mas nada muito diferente da primeira parada. 
Como ficamos um pouco mais de tempo atracados na hora do almoço, fomos visitar a reserva que ficava às margens do flutuante.

rio-amazonas-8

Atravessamos está ponte (mais ou menos firme) e a recepção foi das melhores! Olha quantos macaquinhos simpáticos!
Na sequência, tivemos que deixar nossos amiguinhos brincalhões pois tínhamos que voltar a navegar rumo à próxima atração. Enquanto isso… hora de apreciar a paisagem ribeirinha…

Rio Amazonas

Acompanhe nossas andanças no instagram @viajantecomum!

TRIBO DESSANA-TUKANA

E, finalmente, chegamos ao Núcleo Cultural Indígena dos Dessana-Tukana. Uma tribo que, pelo que entendi, já está habituada a receber visitantes e apresentar um pouco dos seus rituais.

Assim que chegamos, fomos convidados ao galpão principal no qual os índios explicaram um pouco da essência dos seus rituais cotidianos. Em seguida, fizeram uma linda apresentação com dança e cantos, ao som de alguns instrumentos.

Ao final, a tribo comercializa colares, cocares (maravilhosos!) e artesanato em geral, de excelente qualidade e lindos.

DICA VC: Leve algum dinheiro em espécie, caso pretenda levar alguma lembrança da tribo.

BUSCANDO HOSPEDAGEM EM MANAUS? Veja essa seleção!

Essa foi nossa última parada. Então, nos despedimos e partimos rumo ao Porto de Manaus. Um dia delicioso cheio de descobertas de mais um cantinho do nosso país! 

INFORMAÇÕES IMPORTANTES 

 – O passeio de dia inteiro custou R$250,00;
– Leve alguns lanches para comer durante os deslocamentos;
– O barco possui água e banheiro;
– Leve algum dinheiro em espécie;
– Leve um roupa para trocar no barco, depois do mergulho com o boto;

 LEIA TAMBÉM


FACEBOOK | INSTAGRAM | PINTEREST | fotorcreate4dQuer saber mais sobre nós? Clique aqui!


29 Responses
  • Marcelo Silva de Jesus
    março 18, 2017

    Adorei o relato rs. Gostaria de saber o nome da agência que vocês contrataram.
    Abraço!

  • Danielle
    fevereiro 14, 2017

    Um lugar que eu gostaria de conhecer.

  • camilarrt
    fevereiro 6, 2017

    Que passeio incrível, sou doida pra conhecer! Só acho meio estranho essa história de ficar dando comida pro boto…

  • Dayana
    fevereiro 6, 2017

    Caracaaaa! Que incrível! Eu tava querendo incluir Manaus na minha lista desse ano, mas com os recentes acontecimentos de fuga de bandidos, o marido vetou. 🙁

    Tô aqui babando com seu post e pensando em como convencê-lo. hahaha

    • Viajante Comum
      fevereiro 6, 2017

      Vamos torcer para que tudo se resolva o mais breve possível, né? Aí maridón volta atrás! rs… 🙂

  • Dalila Barakat
    fevereiro 5, 2017

    Adorei. Confesso que nunca tive vontade de ir à Manaus mas depois desse post fiquei.

  • angiesantanna
    fevereiro 5, 2017

    muito interessante esse post! manaus nunca me passou pela cabeça, pois moro beeem no sul e a passagem é muito cara, então viagem internacional compensa mais do que conehcer o próprio Brasil..espero mudar e visitar, pois tem muita diversidade, cultura e lugares maravilhosos pra conhecer aqui!

    • Viajante Comum
      fevereiro 6, 2017

      O nosso país tem lugares incríveis mas é realmente como você disse… a maioria das vezes é bem mais barato sair do país… Deveria haver mais incentivos para que pudéssemos desbravar nosso Brasil! Mas vamos tentando, né? 🙂

  • Roberta Landeweerd
    fevereiro 5, 2017

    Ver um boto de pertinho, que sonho! Aliás, a viagem inteira é uma experiência única. Adorei!

  • Aline Pires
    fevereiro 5, 2017

    Que experiência fantástica!!! Encontro dos rios, nado com botos e visitar uma tribo.. um dos três já seria o máximo, os três juntos muito bacana. Crianças também podem nadar com 🐬?

    • Viajante Comum
      fevereiro 5, 2017

      Sim! Ficamos pertinho do pier, com colete e pessoas sempre de olho! Eles amam! 🙂

  • palomadiasgarcia
    fevereiro 4, 2017

    Delícia, fiz esse mesmo passeio e foi incrível!

  • Casa de Doda
    fevereiro 3, 2017

    Que legal! Eu amo Manaus. Morei lá 12 anos e me encanto, andando por tudo que é ruela!!! Que bom que mais gente tem ido pra lá e visto as belezas que aquela cidade e floresta proporcionam. Beijos

    • Viajante Comum
      fevereiro 4, 2017

      Então você deve saber da emoção que estamos falando, né? Beijosss! 🙂

      • Casa de Doda
        fevereiro 4, 2017

        Nossa e como sei 😍👏👏👏

  • quartodeviagem
    fevereiro 3, 2017

    taí um passeio e um destino que quero conhecer o logo, Manaus deve ser mesmo incrível e cheio de histórias!

    • Viajante Comum
      fevereiro 4, 2017

      E como! Realmente há regiões que merecem ser mais exploradas mesmoo! Coloca na lista! 🙂

  • Eloah Cristina
    fevereiro 3, 2017

    Quero muito conhecer Manaus!! Quem sabe me animo depois de ler esse relato bacana de vocês 🙂

    • Casa de Doda
      fevereiro 3, 2017

      Guria, vai! Tu não vai te arrepender, eu digo isso com categoria!! Adoro Manaus. Sou gaúcha com um pedaço do coração no Amazonas!

    • Viajante Comum
      fevereiro 4, 2017

      Obrigada, Eloah! Beijocas!

  • casalwanderlust
    fevereiro 3, 2017

    Que legal! Deve ter sido uma experiência única! Acredita que moramos em Porto Velho e ainda não conhecemos Manaus? Precisamos resolver isso 🙂 Beijos! Ótimo o relato!

    • Viajante Comum
      fevereiro 4, 2017

      E como acreditooo! Sempre deixamos o ‘mais perto’ para depois! Bem seiii! Tentando mudar isso também…rs.. 🙂

  • abordodomundo
    fevereiro 3, 2017

    Obrigada pelo detalhado relato. Nossa, que sorte vocês tiveram! Eu fiz um passeio desses há alguns anos, mas não vi boto…

What do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *