Assine nossa newsletter e receba todas as novidades em primeira mão!

SALTO DO ITIQUIRA: 168 metros de queda d’água a apenas 100km de Brasília!

Foto: Augusto Miranda/MTUR

Ver o Salto do Itiquira de pertinho foi uma experiência que me fez voltar às emoções de criança, quando tudo parecia muito maior e melhor do que os adultos contavam! Só que dessa vez era verdade!

salto do itiquira

Saindo da capital federal , são pouco mais de 100km para você estar diante de uma queda de 168 metros. A sétima maior queda do país e, segundo o Parque, a de acesso mais facilitado. Ótima opção pra quem está em Brasília a fim de curtir uma cachu sem precisar ir muito longe.


O PARQUE

O Parque Municipal do Itiquira é uma unidade de conservação que fica no município de Formosa, em Goiás. A guarita está bem detonadinha mas o parque, de maneira geral, está bem cuidado. 

salto do itiquira

Guarita do Parque do Itiquira. Guarde esse ponto como referência!

Depois da guarita, a gente dirigiu um pouco mais até o estacionamento que fica na frente da entrada do parque. Em dias mais movimentados, você já vai ver muitos carros estacionados pelo caminho. Foi o que aconteceu conosco. Tentamos o estacionamento principal mas estava lotado.


A TRILHA 

O acesso à trilha, que leva aos 1570 metros até o mirante, é guiado e limitado até o meio dia. Recomenda-se que esteja de tênis e exige-se a assinatura num termo de responsabilidade (ciência de riscos) antes de vencer os . 

DICA VC: No site consta que essa trilha está fechada mas está funcionando normalmente. Lembrando que só podem fazer a trilha crianças a partir de 12 anos.


O SALTO DO ITIQUIRA

Quando avistei de longe e vi aquela cachoeira alta e fininha não imaginava o que me esperava. Não é possível ir para baixo da queda, por conta da força da água mas há um acesso em que podemos chegar bem pertinho. O impacto da água é tão intenso que até parece que mergulhamos. Então, para quem pretende fazer lindas fotos, melhor fazê-las antes, porque vai voltar totalmente descabelad@!  

salto do itiquira


OS POÇOS

São ao todo 5 poços formados pelo Rio Itiquira onde é possível tomar banho com tranquilidade. Os dois primeiros, logo após a ponte,  ficam com sol por mais tempo, os demais, por volta das 15h já estão na sombra.

salto do itiquira

Fiquei passeando e não tive coragem de entrar então, tome foto!


ONDE COMER

Não é permitido entrar com comida no Parque do Itiquira. No estacionamento há um restaurante com buffet de almoço, mas não sabemos a qualidade pois apenas lanchamos por lá. Fomos umas duas vezes e ficamos na parte descoberta  que é bem agradável e ainda dá para ver vários macaquinhos. Nos finais de semana tem música ao vivo. 

DICA VC: Como o parque não é muito grande, dá tranquilamente para sair e entrar quantas vezes precisar. Só não esquece de pegar a pulseirinha para garantir seu retorno.


COMO CHEGAR 

O Salto do Itiquira está localizado no município do Formosa em Goiás. É muito fácil chegar. A estrada é boa e bem sinalizada.  

Saindo de Brasília, é só pegar a EPIA (DF 003) e no balão do Colorado continuar pela BR 020 (na bifurcação permanecer à esquerda).

Siga reto e, depois da sinalização que indica a divisa DF/Goiás, se posicione à esquerda para entrar em Formosa. Daí, é só atravessar Formosa até chegar à entrada de acesso ao Parque do Itiquira, onde está a guarita.

DICA VC: Quando passar por Formosa, não deixa de dar uma paradinha para conhecer a Catedral Imaculada Conceição.

salto do itiquira goias

Catedral Imaculada Conceição em Formosa


VALOR DA ENTRADA

Para os moradores de Formosa a entrada custa R$ 3,00. Para os forasteiros custa R$ 10,00.

Salto do Itiquira Dicas


HORÁRIO

O Parque abre as 9 da manhã e fecha as 16h. Abre todo santo dia, ou seja, você tem 365 dias por ano para conhecer o Salto do Itiquira.

E não esqueça!!

Salto do itiquira

Chegou a hora de voltar pra casa mas sem antes sermos agraciados pelo pôr do sol do Cerrado que vai se transformando e ficando cada vez mais lindo!


DICAS IMPORTANTES

  • Só é permitido acessar a trilha usando tênis.
  • Se pretende ir ver a cachoeira de pertinho e não quer sai um  gato molhado, leve capa de chuva ou uma roupa extra. 
  • Não leve animais, é proibida a entrada com os bichanos.
  • Não é possível levar bebidas ou alimentos, tipo farofa, frango, macarrão…rs… essas coisas… mas um sanduíche e uma água pra quem vai fazer a trilha é permitido.

  • Caso não possa evitar os feriadões, chegue cedo, pois às vezes quase sempre há excursões e enche bastante.

+ DE BRASÍLIA  e ARREDORES

Comes e Bebes |

Turismo Cívico |

Arredores de Brasília |

Esticadinha até a Chapada |


E, caso esteja em busca de Seguro Viagem, o Blog Viajante Comum conseguiu um desconto de 5% para os seus leitores no Seguros Promo. Basta usar o código VIAJANTECOMUM5. Clique aqui, conheça e faça uma simulação.

Vale lembrar que contratando com nossos parceiros você recebe um serviço de qualidade e ainda colabora com a manutenção do Blog Viajante Comum sem pagar nada a mais por isso! Obrigada! ?


Nos encontre nas redes: | FACEBOOK | INSTAGRAM | PINTEREST |  GOOGLE +TWITTERFrases de Viagem

Quer saber mais sobre nós? Clique aqui!


Gostou? Salve no Pinterest para consultar depois!

20 Responses
  • Rayane Azevedo
    junho 17, 2017

    Que delícia de passeio, Cris! Faz anos que não vou lá… temos que marcar uma trip pra lá urgente! hehe

  • Adriana Magalhães
    junho 17, 2017

    Que linda dica, Cris! Eu fui há séculos a Itiquira, temos que voltar!!!

    • Viajante Comum
      junho 17, 2017

      A gente podia pegar um findi e reunir a galera por lá! Sério mesmo! 🙂

  • Fernanda
    junho 17, 2017

    Ahh, como assim? Quando comecei a ler o texto imaginei que você fosse saltar da cachoeira em algum momento. hahah
    Ok, vendo as fotos do lugar acho que seria uma missão suicida. rs.
    Linda demais essa trilha! Que cachoeira incrível! Brasilzão, como sempre <3

    • Viajante Comum
      junho 17, 2017

      Não pode naummmmm! Hahaha! É porque tecnicamente, ‘salto’ é diferente de ‘cachoeira’! E lá, a deformação geológica é um salto. Mas não vamos polemizar! Rs… Obrigada pelo comentário! Beijos!

  • Francisco Piazenski
    junho 17, 2017

    Que bacana esse passeio, uma ótima opção para quem vai a Brasília ou Goiânia por mais tempo. Adorei as dicas, parabéns!

  • Alessandra Fratus
    junho 16, 2017

    Que lindo esse lugar! Não tinha ideia da existência dele e adorei ver as fotos e saber mais! Muito legal!

  • Roberta Lan
    junho 15, 2017

    Que demais ver uma cachoeira dessas assim de pertinho. E no calor de Goiás, ainda, deve ser uma delícia!

  • Que bom que há ainda parques como esse, bem preservados, para visitar. Esse tipo de turismo deve ser mais divulgado e incentivado no país Obrigada pelas dicas.

    • Viajante Comum
      junho 16, 2017

      Você está certíssima, Fabíola! Estamos tentando fazer nossa parte, divulgando com o maior carinho! Beijos!

  • Mapa na Mão
    junho 15, 2017

    Que parque bonito. Muita natureza, um verdadeiro recanto. E este pôr do sol? Lindo demais. Adorei conhecê-lo neste post.

  • espiandopelomundo
    junho 15, 2017

    O Brasil é mesmo um país de muitas inspirações não é mesmo?! Lugar revigorante esse e as duas últimas fotos estão especialmente bonitas! 🙂

  • Mariana Viaja
    junho 15, 2017

    Minha mãe tem uma foto quando jovem nessa cachoeira e sempre falou bem de lá. Eu ainda não conheço, mas adorei ler mais informações e ver fotos aqui.

What do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *