Assine nossa newsletter e receba todas as novidades em primeira mão!

Cachoeira Santa Bárbara: tudo que você precisa saber!

Cavalcante, cidade localizada em Goiás, faz parte da Chapada dos Veadeiros, guardando quase 60% da área do Parque Nacional. É lá que está a lindeza da cachoeira Santa Bárbara, tão procurada por brasileiros e estrangeiros vindos de vários continentes.

E não é pra menos! Uma queda de 30 metros que forma uma piscina de água incrivelmente azul. O acesso não é fácil, é verdade, mas até hoje não ouvi ninguém dizer que não valeu o esforço! 

cachoeira santa barbara

Cachoeira Santa Barbara, em Cavalcante

Assim, preparamos várias dicas para tornar sua visita a mais legal possível! Nesse post abordaremos: como chegar a Cavalcante, como chegar à cachoeira Santa Bárbara, qual melhor época e horário para visitar, como contratar o guia (obrigatório) e valor, onde comer e onde se hospedar e até uma fábrica de cerveja artesanal que descobrimos por lá!

E, se ainda ficar alguma dúvida, não hesite em deixar um comentário que te responderemos com todo prazer!

COMO CHEGAR A CAVALCANTE NA CHAPADA DOS VEADEIROS

  • De avião, a maneira mais prática é escolher como destino o Aeroporto Internacional de Brasília e, de lá, alugar um carro até a Chapada dos Veadeiros, na cidade de Cavalcante.
  • De carro, partindo de Brasília, basta seguir pela BR-020 e depois pela GO-118 até Alto Paraíso. De lá, encarar mais 90km até Cavalcante no sentido de Teresina de Goiás.
  • De ônibus, você poderá usar os serviços da empresa Real Expresso até Alto Paraíso. Os horários são limitados mas é uma opção. Acesse o site da Rodoviária de Brasília e simule suas datas.

DICA VC: Atualmente, o trecho está menos de 50 reais. De Alto Paraíso para Cavalcante também há serviço de transporte mas segundo os moradores de Cavalcante, é bem precário.

  • Outra opção, seria tentar uma carona no grupo Conexão Chapada/BSB do facebook. Sempre há alguém indo ou voltando e, o que normalmente se pede é contribuição na gasolina e bom papo.

COMO CHEGAR À CACHOEIRA SANTA BÁRBARA

A Cachoeira Santa Bárbara fica na zona rural de Cavalcante. Então, do centro da cidade, você ainda vai ter que encarar mais 27 km de estrada de chão até o Povoado Engenho II, na Comunidade Kalunga.

Trilha para Comunidade Kalunga

Estrada de chão que leva à Comunidade Kalunga

Lá, a gente assina a lista de controle de acesso e paga a taxa de visitação. E,  só depois, dirigimos mais 1km até o estacionamento onde poderemos:

  • Fazer a trilha de 5km a pé. 
  • Ir de carro caso você esteja num 4×4.
  • Pegar o transporte local (uma rural) por 4km pagando 5 reais (melhor opção).

comunidade kalunga

Só é possível percorrer 4km de transporte. Para chegar até a cachoeira ainda tem uma trilha de +ou – 1,8 km.

trilha cachoeira santa barbara

Trilha para a Cachoeira Santa Bárbara

QUAL A MELHOR ÉPOCA PARA VISITAR

A melhor  época para conhecer a cachoeira Santa Bárbara é na seca. Teoricamente, isso seria de maio a setembro mas, esse ano por exemplo, tivemos chuvas até um pouco mais tarde. Assim, é sempre bom acompanhar a previsão do tempo. Na nossa opinião, pra garantir quase 100% de tempo bom, eu diria julho e agosto.

QUAL O MELHOR HORÁRIO

Sem dúvida, o melhor horário para visitar a cachoeira de Santa Bárbara é durante a manhã, entre 9 e 11 horas. Mas, se não conseguir chegar nesse horário, tente não chegar depois de 1h da tarde, sobretudo aos sábados, dia de maior movimento de turistas. Não esqueça que há uma limitação diária de visitantes.

DICA VC: Domingo é o dia de menor movimento. E, a depender do horário, a cachoeira será praticamente sua. Contudo, na cidade de Cavalcante, está praticamente tudo fechado, então, optando pelo domingo, vá abastecido com lanches para comer depois do passeio.

TAXA DE VISITAÇÃO

Para acessar a cachoeira Santa Bárbara é cobrada uma taxa de 20,00 por pessoa e por dia, exceto se você estiver acampado na comunidade, pois nesse caso será cobrada apenas uma taxa, independentemente da duração da hospedagem.

COMO CONTRATAR O GUIA (OBRIGATÓRIO)

Para acessar as trilhas que dão acesso às cachoeiras é obrigatória a contratação de um guia. Você poderá fazer isso no CAT que fica na entrada da cidade de Cavalcante ou no CAT da Comunidade Kalunga, no Engenho II, de onde parte o passeio. Se você optar por contratar o guia Kalunga, ainda assim, sugiro que você passe no CAT da cidade para pegar as orientações de como chegar. 

DICA VC: Algumas pessoas vão com guias de Alto Paraíso ou São Jorge. Apenas certifique-se que ele é regularizado junto à Associação dos guias do Quilombo Kalunga.

VALOR DO GUIA

Na comunidade Kalunga é cobrado R$70 reais por grupo para conhecer as cachoeiras Santa Bárbara e/ou Capivara. E R$100 por grupo para conhecer as cachoeiras Santa Bárbara e Candaru.

A COMUNIDADE KALUNGA

O Quilombo Kalunga é reconhecido como remanescente de quilombos desde o ano 2000. O principal povoado é o Engenho II mas eles estão espalhados por outros municípios do Goiás, não apenas em Cavalcante. São mais de 60 comunidades.
Formado há mais de 300 anos, eles ficaram por anos vivendo sem contato com o homem branco, acreditando que a escravidão ainda não havia acabado. Não usavam dinheiro e viviam do escambo. Só em 1982, por conta da construção de uma usina hidrelétrica que gerou a necessidade de desapropriação de uma área, foi que tomamos conhecimento de sua existência. Super interessante, não é?

ONDE COMER EM CAVALCANTE

Em Cavalcante há as seguintes opções: Restaurante e Bar Flor do Cerrado, Restaurante da Rosa, Canela da Ema, Gastrô Artes e Cultura (rola música sexta e sábado e é super animado), Flor de Café, Encanto da Pizza (pizza excelente) e o Lamirah que trabalha com cozinha árabe.

CERVEJARIA ARTESANAL

Descobrimos em Cavalcante uma fábrica de cerveja artesanal que você tem que conhecer. Estamos falando da Cervejaria Aracê que pertence a um casal de chilenos que fincou raízes na Chapada dos Veadeiros.

Rótulos da cerveja artesanal Aracê, Cavalcante, Chapada dos Veadeiros

E pra melhorar, é possível consumir a cerveja por lá mesmo! São vários rótulos além de um cardápio leve, preparado pelo Manolo e sua esposa para acompanhar a degustação.

cervejaria arace

Ambiente interno do restaurante Aracê em Cavalcante.

Siga nosso FB e fique por dentro das novidades!

DEVO ME HOSPEDAR EM CAVALCANTE?

Nós optamos por ficar em Cavalcante e para nós, foi a melhor escolha. A cidade fica a quase 90 km de Alto Paraíso e, se você ficar hospedado em São Jorge some mais 36km. Como a gente não tava a fim de encarar duas horas de estrada logo cedo, preferimos ficar numa pousadinha por lá mesmo. E adoramos! Veja as dicas de hospedagem no final desse post!

IMG_4908.JPG

Eu e a Tigresa, a gata mais charmosa de Cavalcante.

ONDE SE HOSPEDAR MAIS PRÓXIMO À CACHOEIRA

Se você quiser mesmo ficar bem pertinho das cachus, a opção legal seria se hospedar no sítio histórico dos kalungas, no Camping Santa Bárbara (valor médio, 25 reais) ou em casa para temporada no Engenho II (valor médio, 50 reais), por exemplo. Pesquise essas opções aqui!

ONDE COMER PRÓXIMO À CACHOEIRA

No Sítio Histórico e Patrimônio Cultural Kalunga tem uns 4 restaurantes de comida caseira nos quais, inclusive, você pode reservar a refeição para já estar prontinha quando você voltar da cachu morto de fome! A reserva é feita no CAT mesmo. Só não podemos falar do sabor porque não provamos.

CACHOEIRA SANTA BÁRBARA COMBINA COM…

  • Santa Barbarinha: uma piscininha que você encontra antes de chegar na cachoeira Santa Bárbara. Vale um banho pra servir de prévia!

Santa Barbarinha em Cavalcante, Chapada dos Veadeiros

  • Cachoeira Capivara: nesse caso, o tour fica o mesmo valor de quem quer visitar apenas a Santa Bárbara, ou seja, 70 reais.
Snapseed.jpg

Cachoeira Capivara, na Chapada dos Veadeiros em Cavalcante

  • Cachoeira Candaru: como fica mais distante, para combinar a cachoeira Santa Bárbara com a Candaru, o valor do guia será R$ 100. A trilha da Candaru é de 2,5 km. A queda d’água possui 70 metros e há um grande poço para banho.

DICA VC: A vontade de conhecer as três vai ser grande mas não faça isso. Opte por apenas duas pra aproveitar melhor seu dia e ficar mais tempo na Santa Bárbara!

OUTRAS CACHOEIRAS

Apesar da fama, Cavalcante oferece muito mais que Santa Bárbara, Capivara e Candaru! Há vários outros locais que merecem ser explorados! Lá vai a listinha para inspirar:

  • Cachoeira São Félix: São 70 km de estrada de chão saindo de Cavalcante. Lá, a trilha é curtinha. São apenas 500 metros pra encontrar uma queda de 15 metros e um poço para banho.
  • Cachoeira Ave Maria: Fica a 14 km de Cavalcante em estrada de chão. Tem 120 metros de altura. É preciso percorrer mais 300 metros para chegar ao mirante e avistar a cachoeira.
  • Cachoeira São Bartolomeu: São 3km de estrada de chão mais 1,7 km de trilha. A queda é de 5 metros.
  • Cachoeira Boa Brisa: Fica a 65 km de Cavalcante e a queda possui 14 metros de altura.
  • Cachoeira Rei do Prata: Está a 63 km de Cavalcante por estrada de chão. De lá ainda temos que encarar mais 6 km e trilha pelo vale do Prata.
  • Cachoeira Canjica: São 75 km de estrada de chão saindo de Cavalcante. A trilha de 2 km passa por várias quedas e poços. A maior delas tem 60 metros.
  • Cachoeira Barroco: Saindo de Cavalcante, são 11 km de asfalto e mais 8km de terra. A trilha é de 3 km. São quatro quedas d’água  com poços para banho.
  • Cachoeira  Ponte de Pedra: Saindo de Cavalcante, são 10km de estrada de chão até a Fazenda Renascer. São 6 km de trilha. O especial nessa cachoeira é um arco que há sobre o rio.
  • Cachoeira Santana: Fica a 15km de Cavalcante em estrada de chão mais uma caminhada de 500 metros. Uma queda de 70 metros com poço para nadar e mergulhar.
  • Cachoeira do Poço Encantado (na via de retorno à Alto Paraíso)
  • Parque Municipal do Lava Pés: Fica bem pertinho da zona urbana de Cavalcante. Há duas pequenas cachoeiras e poços para banho.
  • Cachoeira Veredas (dentro da Fazenda Veredas há 7 cachoeiras): Está a 7 km de Cavalcante por estrada de chão.

Um dos poços da cachoeira Veredas, na Fazenda Veredas em Cavalcante.

DICAS IMPORTANTES

  • Use repelente. A quantidade de borrachudos é impressionante.
  • Leve lanches pois sãp poucas opções na comunidade.
  • Chegue cedo para garantir sua entrada (há uma limitação diária de visitantes) e aquela foto exclusiva.
  • Se quiser economizar, se reúna com outras pessoas para dividir o valor do guia.
  • Leve dinheiro em espécie para lanchar por lá, pagar o guia, a taxa de visitação e comprar algum artesanato kalunga.
  • Certifique-se de que o tanque está cheio. Não há locais para abastecer no trajeto Centro de Cavalcante/Engenho II.

LEIA TAMBÉM


PLANEJE SUA VIAGEM PARA CAVALCANTE!

  • Buscando sua hospedagem? Se você chegar um dia antes em Brasília e tiver que dormir por lá, há excelentes opções no Booking, como o Nobile Suites Monumental ou o Meliá Brasil 21. Em Cavalcante há a Pousada Aruanã, Vale das Araras, Vila dos Ipês e Pousada Manacá. Algumas opções, inclusive, sem pagamento antecipado e sem taxa de cancelamento. Pesquise aqui!
  • Pretende alugar um carro? Essa, sem dúvida, foi a melhor opção para nós. Tanto para circular por Brasília quanto para ir para a Chapada dos Veadeiros). A Rentcars, nossa parceira, oferece o serviço, com o bônus de não ter IOF e ainda dividir em 12x. E, pagando no boleto ainda tem desconto. Faça uma cotação aqui!
  • Em dúvida sobre o Seguro Viagem?  Melhor ter e não usar não é mesmo? O Blog Viajante Comum conseguiu um desconto de 5% para os seus leitores no Seguros Promo! Basta usar o código VIAJANTECOMUM5 ! Clique aqui, conheça e faça uma simulação!
  • Vale lembrar que contratando com nossos parceiros você ajuda o Blog Viajante Comum a continuar produzindo conteúdo de qualidade e não paga nada a mais por isso!

Nos encontre nas redes: | FACEBOOK | INSTAGRAM | PINTEREST |  GOOGLE +TWITTERViajante ComumQuer saber mais sobre nós? Clique aqui!


Gostou? Salve no Pinterest!

cachoeira santa bárbara

19 Responses
  • Ida Sartori
    outubro 12, 2017

    Olá! Ótimas dicas. Esse destino já subiu para o topo da minha lista! Obrigada. Já “favoritei” o site para consultar na hora H. Abraço!

  • Amanda Luz
    outubro 6, 2017

    Suas dicas sobre a Chapada são maravilhosas.
    Estou indo em Novembro e Santa Bárbara esta no roteiro.
    Conversei com um guia de Cavalcante e ele me informou que o valor da diária dele para guiar Santa Barbara e Capivara é de 150.
    Como você diz que pagou apenas 70, fiquei na dúvida.
    Cada pessoa do seu grupo pagou 70 ou o valor do seu guia era 70?

    Parabéns pelo blog ☺

    • Viajante Comum
      outubro 9, 2017

      Nossa! Inflacionou bastante hein?! Ele vai sair com você de Cavalcante ou de Alto Paraíso? Nós contratamos o guia direto no CAT da Comunidade Kalunga em Cavalcante. Custou 70,00 (grupo) porque fizemos Capivara + S. Bárbara. Custaria 100,00 (grupo) para fazer S. Bárbara + Candaru, porque a Candaru é um pouco mais distante. Como fomos em 5, cada um pagou 14 reais + 20 reais da taxa de acesso, ou seja, cada um gastou 34 reais. Analise outras opções. Beijocas!

      • Amanda Luz
        outubro 16, 2017

        Nossa, realmente ele esta cobrando muito caro.
        Vamos sair de Cavalcante mesmo.
        Vou analisar novas opções.

        Muito obrigada 🙂

      • Viajante Comum
        outubro 16, 2017

        Precisando, só falar! Bjo!

  • Amilton
    setembro 3, 2017

    Faz tempos que estou planejando uma viagem a essa região e suas dicas vão ser muito úteis quando for montar meu roteiro, muito obrigado!

  • Keul Fortes
    setembro 2, 2017

    Que delicia de post! Essa cachoeira é muito linda. Apesar de não gostar muito de trilhas, essa eu encararia. Hahah! Tenho certeza que vale a pena. Ainda mais depois de ler todas as dicas aqui. Parabéns pelo post!

  • Aôoo meu Goiás! Santa Bárbara é visita obrigatória quando se está viajando pela região. Vc fez bem em se hospedar em Cavalcante, é muito melhor mesmo! A estrada entre Alto Paraíso e Cavalcante é bem perigosa… Suas fotos estão lindas demais! As informações estão super claras e completas, parabéns! Beijo grande

    • Viajante Comum
      setembro 1, 2017

      Obrigada, Polly!! Sua terrinha é maravilhosa!! Beijos!

  • Katarina Holanda
    setembro 1, 2017

    Que sonho conhecer a Chapada dos Veadeiros! <3 Amei todas as dicas, é um destino que tá no topo da minha lista. 🙂

  • Luiza Cardoso
    setembro 1, 2017

    Amei esse post, sou louca para ir para a chapada dos veadeiros e sempre ouço falarem muito bem da cachoeira da Santa Barbara! Ela é realmente linda demais! Se é assim nas fotos, imagino pessoalmente! =)
    Adorei a dica sobre esse grupo no facebook! Acho que o ruim de visitar essa região é que necessariamente precisamos alugar carro para conseguir se locomover por vários cantos… Mas quando eu for vou entrar no grupo para descobrir se é realmente necessário. Vai que dá certo né?
    Bom saber que a melhor época para ir é de Julho a Agosto, assim quando eu for me programo melhor!
    Achei linda também a cachoeira Capivara, arrasou nas fotos!
    Gratidão delas dicas, vão ajudar muito!

    • Viajante Comum
      setembro 1, 2017

      Nós que agradecemos pelo carinho! Quando vier, avisa para ajudarmos no que for possível! Beijocas!

  • Christian Gutierrez
    setembro 1, 2017

    Que linda a água dessa cachoeira, adoro fazer umas trilhas e encontrar um paraíso como esse.

  • Flávia Donohoe
    setembro 1, 2017

    o local é bastante bonito e agradável, a hospedagem também parece ser uma ótima opção! Que lugar lindo!

  • Quantas opções e lugares lindos pra visitar na Chapada dos Veadeiros. Muitas dicas importantes pra gente se planejar e não passar por perrengues na viagem. Post completinho, obrigada!

  • Beneth Santana Torquato
    agosto 31, 2017

    Que lugar fantástico! Eu sou viciando em lugares assim, cheio de natureza, principalmente se tiver cachoeira.

    Só não gostei da obrigatoriedade de contratar um guia.

  • Fabia
    agosto 31, 2017

    Nossa, que linda essa cachoeira. E o post está super completo com absolutamente tudo que precisamos saber para visitar esse paraíso! Obrigada por complicar tudo! A Chapada dos Veadeiros está na lista de lugares para visitar e vamos usar muito esse post!

    • Viajante Comum
      setembro 1, 2017

      Na verdade a gente queria ‘descomplicar” …rs… Beijos!

What do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *