Assine nossa newsletter e receba todas as novidades em primeira mão!

Belém: 15 dicas práticas para quem vai conhecer a capital do Pará!

Desde que conheci Manaus e Alter do Chão, o norte passou a ter um significado especial para mim. A cultura, a gastronomia e as pessoas me conquistaram de tal maneira que me comprometi a, pelo menos uma vez por ano, visitar algum cantinho da região.

Dessa vez, a escolhida foi a capital paraense. E, depois de alguns dias explorando a cidade, deixo aqui algumas dicas de Belém do Pará para você que está cogitando dar um pulinho por lá! 


#1 As pessoas vão tem mandar tomar cuidado o tempo todo. “Cuidado com o celular”. “Cuidado que lá é soturno.” “Cuidado que é perigoso.” Não pire mas também não ignore. Os moradores conhecem o lugar melhor que nós.


#2 O Uber funciona super bem. E, como tudo é relativamente perto, a maioria dos trajetos para conhecer os pontos turísticos dentro da cidade, quase sempre dá menos de 10 reais. A corrida mais longa que fiz foi do Aeroporto de Belém para as proximidades do Centro, que deu em torno de 20 reais.


#3 Nem perca tempo procurando. Se quiser comer o melhor açaí da cidade, vá ao Point do Açaí (tanto para comer açaí como para refeições mais completas). O Restaurante possui três unidades em Belém.

Açaí do Point do Açai.

Onde comer (e beber) em Belém do Pará!


#4 Mesmo não sendo católic@, visite a Basílica de Nazaré (nem que seja para fotografar o colorido das fitinhas do Círio). A igreja é realmente linda e possui uma energia reconfortante.

dicas de belem do para

Basílica Catedral de Nazaré


#5 A Sorveteria Cairu é de fato muito boa. Me atrevi a provar de outros lugares pra criar um parâmetro e não tem comparação. Aproveita e se joga nos sabores diferentes como bacuri, cupuaçu, tapereba, castanha, araça, muruci e tapioca (perdi a compostura e provei todos!)

Sabores especiais do Pará: Sorveteria Cairu em Belém!


#6 A voltagem das tomadas é 110 volts.


#7 É melhor visitar o Mangal das Garças no período da manhã. Haverá mais chances de encontrar alguns bichinhos pelo caminho.

dicas de belem do para

Jardins do Mangal das Garças


#8 O Teatro da Paz e o Mangal das Garças não abrem às segundas. Atente a isso quando for montar o seu roteiro.


#9 Visitar a Ilha do Combu e não conhecer o projeto da D. Nena é quase um pecado. A visita é uma delícia e ainda dá pra combinar com o almoço no ‘Saldosa’ Maloca. Atendimento especial, pratos saborosos e preços honestos.

dicas de belem do para


#10 Ficar hospedada no Centro não foi muito atraente pra mim, sobretudo porque estava sozinha. Sugiro que evite essa localização. Opte pelos bairros Nazaré ou Batista Campos.

onde se hospedar em belem

Suíte Radisson Hotel Belém em Nazaré


#11 O passeio de barco que sai da Estação das Docas no fim da tarde é aquela atração bem turistona mas muito (muito) legal. Uma hora e meia de música, danças típicas e uma vista inesquecível.

dicas de belem do para

Baía do Guajará

Estação das Docas em Belém do Pará: pôr do sol e gastronomia!


#12 No mês de julho a cidade fica bem vazia porque os moradores vão para as praias da região. Então, caso esteja pensando em ir pra Ilha de Marajó, por exemplo, se organize com antecedência porque lota.


#13 Ande sempre com algum dinheiro, sobretudo quando for pro Mangal das Garças, Ilha do Combu e algumas praias de rio. O serviço de internet nem sempre é dos melhores nessas regiões e você pode deixar de curtir alguma coisa por não ter grana em espécie.


#14 A feira Ver-o-Peso é gigante e super movimentada. É feira livre, com cara, colorido e cheiro de feira. Então, se você busca algo na vibe de mercados europeus, esse passeio não é pra você. Mas, se você ama conhecer a alma das cidades, vale a visita. E já emende com o Mercado do Peixe e a Feira do Açaí que acontece na madruga.

dicas de belem do para

Mercado Ver-o-Peso e Mercado do Peixe vistos da Baía do Guajará


#15 Os cervejeiros de plantão não podem deixar de provar os rótulos artesanais da Amazon Beer.

Amazon Beer na Estação das Docas

#BÔNUS

Todas as terças, de 10h as 17h, há visitação gratuita em vários museus. Segue a listinha:
– Museu do Estado do Pará
– Museu do Círio
– Corveta Museu Solimões
– Espaço Cultural Casa das Onze Janelas
– Forte do Presépio
– Memorial da Navegação (Mangal das Garças)
– Memorial do Porto (Estação das Docas)
– Museu de Gemas (Complexo São José Liberto)

No mais, água, chapéu, protetor solar (sempre) e um guarda-chuva para se proteger dos recorrentes pingos da tarde. Ah! E delicie-se com o sotaque. Já vá preparado pra ouvir ‘mana’ ‘égua’ e as ‘tias’ de Belém: tiaqueta, tiacomoda, tiajeita, tiacoca, rs… 

O estado do Pará é apaixonante e merece a sua visita! Mas antes, veja aqui como ficou nosso ensaio fotográfico preto & branco da cidade de Belém.


+ DO PARÁ


ONDE SE HOSPEDAR EM BELÉM

Na ocasião da minha visita a Belém, fiquei hospeda em dois lugares diferentes. Passei uns dias no Radisson Hotel Belém, localizado no bairro Nazaré e gostei bastante.

Também passei uma noite no Go Inn, localizado no Centro e a experiência foi péssima. Já havia ficado em outro hotel da rede, o Go Inn Curitiba e havia gostado muito (inclusive fiz um review aqui). Infelizmente, a unidade de Belém deixou muito a desejar, tanto pela localização quanto pelo serviço.

De qualquer forma, há várias outras opções, entre hotéis e hostels. Faz uma busca na caixa de pesquisa abaixo para ter uma ideia da oferta e valores atualizados.

ALUGUEL DE CARRO

Caso opte por alugar um carro, sugerimos o serviço da RentCars que, além de parcelar, não cobra IOF. Faz um orçamento aqui pra ver ser vale a pena pra você!

*Vale lembrar que contratando com nossos parceiros você ajuda o Blog Viajante Comum a continuar produzindo conteúdo de qualidade e não paga nada a mais por isso! ?


Nos encontre nas redes: 

FACEBOOK | INSTAGRAM | PINTEREST  |  GOOGLE +TWITTER
Viajante Comum

Quer saber mais sobre nós? Clique aqui!


Gostou das dicas? Salva a imagem no Pinterest para consultar depois!

dicas de belem do para

No Comments Yet.

What do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *